quarta-feira, março 03, 2010

QUASE SEMPRE ASSIM

ficamos de boa, esperando que as coisas aconteçam. e nada. nada, nada, nada. só a vida, com toda a sua urgência. o dia de amanhã, quem se sabe? e nada. até que uma hora vem a onda. e você acha que é só uma marolinha, onda brava mas coisa leve. que vem e volta. quando acha que chegou, já partiu. calculo errado. na verdade, a parada era Tsunami. 8,8 graus na escala. e a casa cai. vai tudo por água abaixo. no bom sentido da questão. pois é assim que estou me sentindo. nem quero falar muito pros zóio que seca pimenteira não cair sobre mim. mas as coisas estão se ajeitando. acontecendo. finalmente. e quase não está sobrando tempo. para ler blogs, responder emails, orkuts, comentários. e coisas afins. nada pessoal, tá foda mesmo. e tá bom pra caramba. prefiro assim. só queria ter um pouquinho mais tempo. mas isso eu consigo organizando melhor os meus dias. no mais, a guerra continua. minhas aulas estão caminhando, as turmas que peguei esse ano estão ótimas. probleminha cá e lá, mas básico. as inscrições para o grupo de Literatura e Teatro na escola estão abertas, mesmo antes de saber o resultado do VAI. é como já disse: se vier, bom. ótimo. se não vier, as coisas acontecem. de um jeito ou de outro, a gente se encaixa. e fica tudo beleza. e, se os ventos continuarem favoráveis, na semana que vem anuncio algumas novidades. pra vocês entenderem porque estou sem tempo. até pra prosear, blogar, postar. tendeu?

3 comentários:

Lua disse...

acho que entendi.

Érica Peçanha disse...

Nem precisa entender...
Basta saber que está bom assim.
Boa sorte na caminhada!
Um abraço.

r.c. disse...

Valeu, Meninas.
Logo mais as novis por aqui.
Beijos