quarta-feira, janeiro 20, 2010

VELHOS PENSAMENTOS DESCONEXOS

estes dias a raiva anda sendo deglutida como fel. amargando o céu da boca. coçando a língua. ferindo com faca cega velhas feridas. estes dias tem sido difíceis. nada de depressão. apenas constatações. e vontade de sacudir o chão. virar o mundo de cabeça pra baixo. gritar alto, ainda que seja no teclado. estes dias estou (re)criando um novo bicho. um novo amigo. um novo hábito: querer mudar a vida. e não deixar que ela me mude. ao menos nas coisas boas. nas ruins, estamos sempre empatados. se bem que a vida anda judiando. eu sei. não é apenas de mim.

hoje tem cooperifa. que bom. a raiva, a amargura e o ódio vão apanhar feio.

viva a poesia.

2 comentários:

De Lourdes disse...

Ciríaco, como foi bom botar sua raiva pra fora como fez, espero um dia explodir naquele microfone um terço da raiva que me corroi!
Bjs!

Nath disse...

Meu Deus. Apocalíptico. Nunca vi algo assim em Brasília.