terça-feira, março 10, 2009

ALGUMAS IDÉIAS

"tá ficando famoso, hein..." - disse um amigo sobre a matéria na Época. não, com certeza não. nem de longe. mesmo porque se ser famoso é ser reconhecido por onde passa, ter dinheiro e otras cositas, estou passando longe. dinheiro está em falta, não bastasse o salário (ó) pequenininho, nestes meses é IPVA, IPTU, dívidas de natal - ainda - a máquina de lavar quebra, o preço dos alimentos sobem, você tem dívida de um livro pra pagar e... tudo bem, não estou reclamando: apenas constatando.

reconhecimento, dos alunos, principalmente. e para mim é o que basta. muitos colegas - de dentro e de fora da escola - ignoraram a matéria, a conversa, tal qual ignoram muitas coisas que faço dentro e fora da escola. tudo bem. enquanto os alunos, os principais aliados, estiverem lado a lado, tá valendo. e eles curtiram a matéria, acharam importante. então, isso é o que vale.

no mais, sem muitas notícias por estes dias. apenas que chegou a 2ª edição do livro, agora eu tenho uma nova dívida para pagar a gráfica; estou na APM da escola como Diretor de Patrimônio - cargo que eu não pedi mas, já que me colocaram, eu vou executar, principalmente com alguns pequenos probleminhas que estão surgindo na escola - e, estou finalizando um processo para montar um grupo de teatro com os alunos. os ensaios serão as quintas-feiras, fora do horário de aula, trabalho militante, não-remunerado mas, tá valendo. os alunos estão pilhados, muito afim então, vamos pras cabeças.

este ano eu continuo com os saraus em sala de aula mas, acho, que os projetos de Literatura e do Jornal ficarão de lado. é muita coisa para eu tocar sozinho e, tá difícil encontrar adesão na escola entre o grupo de professores. eu até entendo o lado deles, até porque é complicado você tocar projetos paralelos na escola sem incentivo, principalmente financeiro. todos precisamos trabalhar, temos contas pra pagar, é complicado.

no mais, é isso. não tô famoso, estou no mesmo lugar, fazendo as mesmas coisas. meu nome é trabalho. e ele não pára.

r.c.

4 comentários:

Érica Peçanha disse...

Seu nome até pode ser trabalho, mas, certamente, os sobrenomes são ESPERANÇA e DEDICAÇÃO.
Muito boa sorte nesta caminhada!
Um abraço, Érica.

Mariana disse...

Oi, Rodrigo

Vim parar meio que por acaso no seu blog e percebi que já conhecia seu trabalho, o livro Te Pego Lá Fora. A TV onde eu trabalhava (TV Unicsul) te entrevistou para um programa e depois fui no lançamento do seu livro na Ação Educativa. Bacana a matéria da Época sobre as escolas. Engraçado como um filme francês conta tão bem uma realidade brasileira.
Não se preocupe quando disserem que está ficando "famoso". É o seu bom trabalho que está sendo reconhecido. Bons exemplos que devem ser mostrados para inspirar outras freguesias. Parabéns!

r.c. disse...

Valeu, Érica. Seus comentários sempre são valorosos para o blog.
Um abração,

R.C.

r.c. disse...

Valeu pelas palavras, Mariana.
Abraço,

R.C.