domingo, junho 01, 2008

É POR ISSO QUE VALE A PENA...

Entre tantos alunos que eu admiro muito na escola, o Bruno é um dos que se destacam. Chegou no meio do ano passado. Tímido, calado, bem na dele. Com o tempo foi se abrindo, se aproximando. Foi me mostrando o seu grande tesouro: um caderno de poemas. Muito bom, muito legal. Caderninho bem simples, com uma letra grande, redonda, bonita, e belos poemas. Além de seus textos, Bruno gosta de copiar poemas, contos de outros autores. Então, encontramos no caderninho: Marcelino Freire, Sacola, Sérgio Vaz, Dinha, Ferreira Gullar, Manuel Bandeira, Drummond, Rilke, Vinicius de Morais. O moleque é viciado. Em literatura, poesia.

E escreve bem. Veja você mesmo o poema abaixo, com a devida autorização do mesmo.




REALIDADE
Bruno Vieira - 7ª B

Muitas preces, muito medo, muito pecado
Padres de joelho no chão rezando pelo que está errado
Crianças chorando sem proteção
Pais descontrolados morrendo de preocupação
Famílias destruídas
Casas em ruínas
Muitos atropelamentos
Pessoas morrendo de fome por pensamentos
Crianças pobres com os pés no chão
Adultos com pedras no coração
Pessoas sem casa, sem moradia
Homens dormindo na rua a cada dia
Sem saber o que é felicidade
Essa que é a realidade

4 comentários:

Eulália disse...

Nooooooooooossa!
Chorei.

Luiz Carioca disse...

mande meus parabéns ao Bruno. Gostei muito do poema. Realmente, esse cara tem futuro.
abs
Luiz Carioca

Branca Alves de Lima disse...

"Adultos com pedra no coração", que sensibilidade a desse menino moço.

r.c. disse...

passei os elogios ao menino. ele ficou vermelho. e feliz.