quarta-feira, outubro 14, 2009

PROFISSÃO: PROFESSOR

ontem participei de uma palestra para 200(!) alunos dos cursos de Pedagogia e da Licenciatura em Geografia da FACCAMP - Faculdade Campo Limpo Paulista na cidade de mesmo nome, que fica... diria já no interior, próximo à Varzea e Jundiaí.

a faculdade está organizando a semana da educação e convidando alguns profissionais para falar sobre o ofício, prática pedagógica. eu fui um dos convidados. o tema da palestra foi "Profissão Professor: História, Luta e Esperança (?)" - o ponto de interrogação ficou por minha conta.

posso dizer que o debate foi, não diria polêmico, mas provocativo. foi principalmente baseado nas minhas experiências nestes quatro anos de ensino na rede pública. abordei, com demonstração de fotos, questões como estrutura, (des)organização do espaço, segurança, a falta de compromisso de nós, profissionais da educação para com o ensino e, claro, como a minha vida não é só desgraça, falei também dos projetos que já desenvolvi e desenvolvo: jornal, literatura, teatro.

muita gente se contorceu nas cadeiras com as minhas falas, leitura de alguns contos do livro, etc. alguns por conta de risos. outra por conta da raiva de mim ou de alguma provocação que fiz. tudo bem, não fui lá para agradar ninguém. meu objetivo era, além de expor a visão sobre a educação de uma pessoa que está dentro da máquina, não apenas vivenciando mas refletindo, demonstrar o quão é importante uma postura ética, compromissada e respeitosa dentro da escola. não que eu seja santo, mas quem conhece o meu trabalho sabe que eu busco arduamente seguir dentro desse caminho.

no mais, ao final vendi alguns livros, troquei idéias e fiquei com uma vontade de ampliar mais este trabalho de diálogo, debate, conversa, discussão com o pessoal da licenciatura. não que eu saiba de tudo, mas percebo que tenho um conhecimento da práxis pedagógica que faculdade nenhuma passa, discute. e eu gostaria de fazer mais isso.

no mais, quando eu receber fotos do evento, publico aqui.

abraço,

r.c.

2 comentários:

::véc@:: disse...

Olá profº!
Sou aluna da Faccamp, do "praticamente interiorrr" rs.

Estou conhecendo seu blog, viajando de post a post e ficando encantada com seus textos e trabalho!

Infelizmente, não pude estar na palestra, mas a impressão que o Sr deixou para os alunos das licencituras foi tremenda!

Fiquei muito feliz de ouvir uma opinão tão forte e impactante de tudo o que me falaram da sua palestra.

Em seu livro, o texto "E nós que ficamos" falou muito comigo! Fui muito confrontada e confortada tmb. Publiquei em meu blog, espero que não haja problema, qq coisa me avise que retiro, ok?

Parabéns pelo seu trabalho, que é relevante e sério!

Verônica
Faccamp - PEDAGOGIA
Campo Limpo Pta

Vanessa disse...

Eu estava lá....
E ainda estou impressionada com tudo que vi e ouvi. Posso afirmar que a palestra foi surpreendente em todos os sentidos, ao começar pelo palestrante, rsrs. Tenho certeza que você alcançou esses objetivos acima citados, pois nos mostrou que de uma forma ou de outra não podemos ser testemunhas, ou até mesmo cúmplices de um sistema que funciona de acordo com interesses próprios.
Se depois da sua palestra, que deixou clara a triste realidade da educação pública, alguém que estava presente desistiu de ser professor, parabéns, isso é a prova que você eliminou um descompromissado a menos de dentro das escolas, porque quem realmente quer fazer a diferença, arregaça as mangas e vai a luta. O professor, independente da sua área de atuação, deve refletir sobre a importância do seu papel para a vida do seu aluno. Fala-se tanto em valorização do professor, se é isso que desejamos, então precisamos fazer por merecer, realizando-o nosso trabalho de forma séria e comprometida. Obrigada Rodrigo por dividir conosco suas ideologias, nos dando como exemplo seu compromisso com a educação.
Parabéns pela sua coragem, e sua autenticidade, você realmente abalou!!!

Vanessa Longo
Pedagogia-Faccamp