sábado, agosto 22, 2009

RECADO AOS CHATOS(AS)

claro que eu te entendo. eu também sou um chato. de galocha. até minha mãe concorda. mas eu tomo chazinho, sabe? não, não é pra ficar calmo. é chá de simancol. experimenta. é bom. porque eu não te obrigo a vir aqui, entende. não obrigo ninguém a acessar meu blog, ler minhas postagens. e agora você deu de reclamar do que eu aqui coloco? me mandou eu me ligar, tirar? foda-se. vai pra outro lugar, porra. há trilhões de páginas da internet, bilhões de blogs. esse é meu espaço de liberdade. e libertinagem também. loucura. desilusão e esperança. e se não estiver contente, não apareça mais. certo? acho que ambos estaremos felizes. e tchau.

é cada uma que me aparece...

Um comentário:

LUA DA PAZ disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk