quarta-feira, setembro 12, 2007

Retorno

Quando eu cresci, eu queria ser grande
Grande feito Clarice, feito Drummond
Feito Bandeira, João roseando o Sertão,
Cortando não os meus pulsos
Mas as veredas do meu coração.

Mas eu sou só isso: um suicídio, pequenininho
Que todo dia morre um pouquinho
Faz rimas estúpidas com o inho inho inho
E nem consegue chamar a atenção.

Pois é, Deus quando me olhou não disse
Desce e arrasa. Ele só exclamou:
Merda!

Um comentário:

Dinha disse...

ótimo, ótimo...
Anda sumido é? To esperando os xis prometidos.
beijos e saudades