domingo, abril 22, 2007

Que saudade, Snoopy

Estes dias estive pensando muito, muito mesmo nas atividades que desenvolveria com meus alunos que ainda não sabem ler. Sim, 5ªs, 6ªs e 7ªs séries e tenho uma série de alunos que não sabem ler. É uma baita dor de cabeça. Como ensinar o conteúdo de História, reflexão, crítica, para alunos que muitas vezez olham para o papel e vêem, apenas, um embaralhado de letras? Situação difícil. Desconfortável. Fico muito, muito mal com isso. Estou preparando atividades, apesar de não ter experiência nenhuma em alfabetização, seja de crianças ou adultos. Mas, não posso me furtar a isso. Não tem jeito. Não tem saída. Para mim ou para eles...
Uma coisa que eu pensei é usar os quadrinhos. Não cheguei a falar disso aqui mas aprendi a ler e a gostar de ler com os quadrinhos. Cascão, Chico Bento, Magali, Cebolinha, depois X-Men, Homem Aranha, Wolverine. Depois, as tiras: Mafalda - mil vezes -, Snoopy, Calvin, entre tantos outros. Os quadrinhos não apenas tem algo de especial, mas estimulam a melhor leitura entre as crianças e adolescentes. Pelo menos foi assim comigo. Pelo menos é assim que eu vejo, pelo fascínio que vejo que alguns alunos tem quando aparece algum gibi.
Pensando, pensando... Talvez seja por aqui um dos caminhos.
Bem, vou aprendendo no próprio caminho, não é mesmo?
E aqui vai um pouquinho de Snoopy. Meu primeiro amigo:


clique nas imagens para ampliá-las
retirada do livro: "Que saudade, Snoopy!" - Charles M. Schulz

Um comentário:

Rera Tavares disse...

rozito!! saudade do snoopy também... vejo que você conseguiu colocar os links, que bueno! acabei não te respondendo aquele email, sorry. depois te conto, senão o comentário vira uma redação.
e dia 28 tem escataféris!!! tá sabendo, né?
beijos!