quarta-feira, fevereiro 04, 2009

PARTIDA, PARTIDO


Muita vezes fazemos planos,
Sonhos, delírios, viagens
Nem nos damos conta que eles

Criam pernas
Criam braços
Criam asas

E partem
Na primeira fragata
Deixando-nos a beira da praia

Com a alma e o copo vazios
E os olhos mareados
A ver navios

7 comentários:

Robson Canto disse...

problemas conjugais!

Thais Melendez. disse...

dei um simples clique, e encontrei um usuário que tem em comum um dos meus livors favoritos.
Gostei do blog, não pude deixar de comentar, pois em meio a tantos outros blogs tão banais, encontrei um que me chamasse a atenção.

parabéns pelas postagens.

Lígia Pin disse...

Propício para meu dia!
Beijos

Ariana disse...

Hehe!

Muito boa essa hein! Parabéns!

r.c. disse...

Canto,
Problemas conjugais?
Não, não os tenho mais.
Agora me viro sozinho com os meus problemas, sem conjugação.

r.c. disse...

Oi, Thais. Volte sempre.
E valeu.

r.c. disse...

É, Ligia. Está sendo propício para os meus dias.
Mas eu lembro daquela música:
"todos os dias é um vai-e-vem
a vida se repete na estação
tem gente que chega pra ficar
tem gente que vai pra nunca mais

e assim, chegar e partir
são só dois lados da mesma viagem."

axé