quinta-feira, setembro 11, 2008

LITERATURA (É) POSSÍVEL - AKINS KINTE & ELIZANDRA SOUZA


hoje foi dia de mais um encontro do projeto Literatura (é) Possível, atividade extra-curricular que desenvolvo na escola junto aos alunos que tem como objetivo principal compartilhar uma paixão: o prazer de ler, escrever e vivenciar a literatura.

devido à alguns problemas de ordem administrativa/organizacional que estava acontecendo na minha escola - quem acompanha este blog sabe do que estou falando -, o projeto ficou parado desde maio. fiquei entristecido, os alunos me cobravam, mas não teve outro jeito.

porém, hoje voltamos. não digo com "o pé direito", acho que entramos de novo com os dois pés, solando. os punguistas Akins Kinte & Elizandra Souza deram o ar da graça na escola.

durante quase duas horas estivemos reunidos declamando poemas, falando da trajetória de vida e literária dos autores, influências, processo de criação, periferia, raça e poesia, muita poesia. isso tudo com o sol convidativo, rachando lá do lado de fora, e nós lá dentro, por livre e espontânea vontade, reunidos pela literatura.

no final, seis livros foram sorteados entre os alunos presentes. outros dois ficaram para o acervo da biblioteca. outros dois, fiquei para usar nos saraus, em sala.

fiquei muito satisfeito com o encontro. quinze alunos estavam presentes, talvez não o número esperado mas, com certeza, o número ideal. os alunos foram atenciosos, respeitosos, com os convidados, alguns deles leram alguns poemas e, pude acompanhar algo bem particular, que me deixou bem feliz. quando declamei dois poemas, que inclusive a letra já havia passado para os alunos, vários deles me acompanharam, só mexendo os lábios, ou seja, decoraram os poemas. muito lôco.

apesar do cansaço que domina todo o corpo, estava sentindo falta de sentir esta energia pedagógica/humana tão positiva, tão contagiosa. algo que muitas vezes não conseguimos captar dentro da rotina escolar. por que será, não?

agora, é organizar o próximo encontro, para outubro. e será chapado. chega mais, Poeta.

vejam algumas fotos aí pra sentir um pouco do esquema.

aquele abraço,





5 comentários:

Mjiba disse...

Salve, Muleque Doido!!!
Muito bom, sentir a literatura viva, sim literatura é possivel...Valeu pelo convite e é só chamar que iremos..
Abraços poeticos aos alunos que prestigiaram e espero que possa desfrutar das leituras...
Elizandra Souza

Anônimo disse...

salve familia, prazer-zão todo nosso cola com os meninos e meninas da escola ai e tal, traquinas nos olhares, da hora memo to contentão com o acontecido espero colar mais vezes

parabens professor atitude monstrona a sua.... axé


AKINS KINTE

Fernanda disse...

Rodrigo,
Vc precisa apresentar este projeto em encontros, congressos, enfim, meios acadêmicos e não acadêmicos! no encontro da anpuh vi tanta coisa média... e os caras apresentando com a maior panca... esse seu projeto não pode ficar só aí na escola, tem q ser mostrado pra mais gente.
beijo,
Fernanda M.

Anônimo disse...

Rodrigo chapa quente !!!

Como diz nossos irmãos ... Tá em Punga

Até dia 22 mano , é nóis

Michel

Ivan Antunes disse...

Salve Rodrigo,
boa reativada,
por aqui na zona sul por questões de (não sei ao certo quais, mas imaginamos quais), não trouxe vc ainda na escola e nem trouxe nenhum escritor, literatura anda andando do jeito lento, existe projeto de literatura africana por aí? Li o projeto pedagógico por esses dias, por aqui, fiquei um pouco pensativo.
Como anda aquela intriga toda?
abraço e paz.
ivantunes.