quarta-feira, março 19, 2008

Literatura (é) Possível

salve guerreir@s,

a partir de abril tem (re)início na minha escola o Literatura (é) Possível.

é um projeto pedagógico-literário que desenvolvo na minha escola desde o ano passado - mas que já está em andamento há dois anos - e que tem uma pretensão muito simples: tornar os alunos em seres apaixonados pela literatura. difícil?

acredito que não. para mim a literatura é algo naturalmente apaixonante. mas, é preciso fazer ressalvas, afinal normalmente a abordagem que se dá para a literatura na escola é crítica. muitos amigos e escritores disseram que aprenderam a não gostar de literatura na escola. afinal ela só era usada como pretexto para preparação de provas ou atividades para o vestibular.

para atingir o meu objetivo, mensalmente realizo Saraus dentro de sala, onde os alunos tem a oportunidade de demonstrar seu talento, fazer a leitura de textos, poemas próprios ou de autores que admira, etecetera. além disso, existem os encontros literários, espaço em que os alunos tem a oportunidade de encontrar escritores, poetas - todos vivos, rs - para trocar experiências, umas idéias e otras cositas más. além disso há, em cada encontro, sorteio de livros dos autores presentes para os alunos e doações para a biblioteca da escola.

este ano já está confirmado a participação de Carlos Galdino, Alessandro Buzo, Eliane Brum, Sérgio Vaz, Elizandra Souza, Akins Kinte, Dinha, Allan da Rosa, Sacolinha e Marcelino Freire.

Dez escritores em Nove encontros. além de surpresas, participações especiais que estão sendo planejadas pelo caminho.

que escola faz isso?

o financiamento do projeto é "nóis por nóis mesmo". não acho que é motivo de orgulho, já que penso que o Estado deveria bancar este projeto - pelo fato de acontecer dentro de uma escola. mas, sem problema. se a gente for ficar esperando por eles, não fazemos nada.

em breve, mais informações.

aquele abraço

rodrigo

2 comentários:

Nelson Maca disse...

Aí, irmão,
parabéns mais uma vez pela bela iniciativa!
Gostaria de visitar seu projeto quando eu for a São Paulo novamente.
Não precisa ser como autor, não, mas como como curioso (e professor de literatura que tembém sou).
Ah...
Você é o cara!

Nelson Maca - Blackitude.BA

rodrigo ciríaco disse...

salve maca,

satisfação pela visita. tanto ao blog quanto à escola. será uma honra.

dê um toque quando vier por cá que a gente combina o esquema, firmeza?

abraço,

rodrigo